Bandeira da dinamarca: Descubra como é morar na Dinamarca Bandeira da dinamarca: Descubra como é morar na Dinamarca

Como é morar na Dinamarca e Qualidade de vida e custos

Muitos possuem o sonho de viver a experiência de morar na Dinamarca, aproveitando tudo que o lugar tem para oferecer. O clima, a moeda, língua, cultura e localização geográfica do país são realidades muito diferentes da que estamos acostumados vivendo no Brasil.

A Dinamarca é considerada um dos melhores países para trabalhar e morar. Porém, antes de tomar a decisão, é preciso fazer um bom planejamento, e uma pesquisa aprofundada sobre o destino.  Acompanhe a leitura para entender mais sobre como é a experiência de morar na Dinamarca, e quais são os custos envolvidos!

Como é o clima na Dinamarca?

A Dinamarca possui um clima temperado oceânico, o que garante temperaturas mais baixas ao longo do ano. No verão, chega a no máximo 25°C, enquanto no inverno, o comum é que a temperatura fique abaixo de 0°C. Portanto, realmente é um clima bem diferente do que estamos acostumados no Brasil.

Além disso, os ventos e as chuvas são bastante frequentes na região, fatores resultantes da posição costeira da Dinamarca. Por isso, para entender melhor o clima do país, é preciso prestar atenção na sua área geográfica. A Dinamarca está próxima da zona do oceano Ártico, e é cercada pelos Mares do Norte e Báltico, o que configura como uma península.

Dessa forma, imigrar para o país é uma excelente opção para quem tem preferência por temperaturas mais baixas!

A Dinamarca é um país seguro?

A segurança é uma das características mais importantes que devemos levar em conta na decisão de morar no exterior. Mas, fique tranquilo, pois trata-se de um país realmente seguro! De acordo com o Global Peace Index Map de 2022, produzido pelo Institute for Economics & Peace, a Dinamarca é o 4º país mais seguro do planeta!

Portanto, é um ótimo lugar para morar com a família. No ranking dos países mais seguros do mundo, a Dinamarca fica atrás apenas da Islândia, Nova Zelândia e Irlanda, que ocupam, respectivamente, os primeiros lugares.

Os aspectos avaliados para chegar nesse resultado foram: a existência de conflitos domésticos e internacionais, o quantitativo de militarização do território, e o impacto da violência na segurança individual e coletiva do país.

Todas as 3 nações da Escandinávia (composta pela Dinamarca, Noruega e Suécia) fazem parte do top 30 dos países mais seguros do mundo. O que é uma enorme vantagem para quem deseja viver a experiência de trabalhar e estudar nesse país!

Como é morar na Dinamarca e qual a qualidade de vida
Como é morar na Dinamarca e Qualidade de vida e custos 4

IDH

Outro ponto essencial a ser levado em consideração é o IDH do país em que se deseja viver. O relatório de 2020 do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) aponta que a Dinamarca possui um IDH de 0,940, o que realmente é um número bastante impressionante.

Quanto ao IDH, o país ocupa o 10º lugar no ranking mundial. O Brasil, por exemplo, ocupa o 84º lugar, apresentando um IDH de 0,765. Dessa forma, se mudar para a Dinamarca seria uma mudança significativa em termos de segurança.

O IDH de um país é um cálculo realizado pelas Organizações Unidas (ONU), que possui a finalidade de medir a evolução dos países ao redor do mundo. Ele avalia os seguintes fatores: o nível de escolarização da população, a qualidade da saúde dos cidadãos, e os resultados do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

Moeda

A moeda do país é a coroa dinamarquesa. Apesar de fazer parte da União Europeia, o país não adota o euro. Por motivos econômicos, o país utiliza uma moeda própria. É importante estar ciente dessa informação para realizar um bom planejamento de mudança para a Dinamarca.

Além de entender qual é a moeda utilizada, é importante pesquisar bastante sobre o custo de vida no país, para poder se estabelecer com mais facilidade.

Custo de vida

Um detalhe que preocupa bastante os indivíduos que desejam se mudar para a Dinamarca é o alto custo de vida do país. Inclusive, ele está entre um dos mais caros do continente europeu. Dessa forma, é possível que as pessoas “levem um susto” com os preços dos produtos no país.

Segundo dados do portal Numbeo, o padrão de vida dinamarquês é 98,85% mais caro do que o brasileiro. Viver na Dinamarca custa aproximadamente Kr$7.056 mensais, para arcar com tudo que é necessário para manter uma boa qualidade de vida. Isso corresponde a R$5 mil, na cotação de setembro de 2022.

Apesar do alto custo de vida, o acesso à saúde é bem facilitado, considerado uma grande vantagem de viver na Dinamarca. Ao ser residente do país (para estudo, trabalho, etc), o indivíduo terá acesso ao sistema público de saúde, que funciona de forma parecida com o nosso SUS.

Ou seja, não possui custo para atendimentos eletivos e de emergência. Mas é claro que é sempre bom contar com um seguro viagem ou seguro saúde local. Pois o sistema de saúde cobra por atendimentos, procedimentos clínicos, odontológicos e fisioterápicos.

Uma desvantagem para os brasileiros é o valor do aluguel. Os preços para moradia no país são 220,40% mais altos do que no Brasil. Os valores da compra de imóveis também são uma desvantagem.

Oportunidades de trabalho

Para viver na Dinamarca, também é essencial levar em conta as oportunidades de trabalho. Uma vantagem é que o mercado do país é bastante aquecido para quem trabalha nas áreas de agricultura e produção industrial. As duas atividades são consideradas os pontos centrais da economia do país.

Mas é claro que muitos outros setores também contratam profissionais, como na área da saúde, tecnologia, construção civil, varejo, educação e pesquisa. É importante realizar uma pesquisa aprofundada a respeito das oportunidades de trabalho na Dinamarca na sua área de atuação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *