Prédio de uma empresa nos Estados Unidos e a Bandeira Prédio de uma empresa nos Estados Unidos e a Bandeira

Guia Completo de Como Abrir uma Empresa nos EUA

O destino preferido dos empreendedores que desejam expandir seus negócios no exterior é os Estados Unidos, já que trata-se de uma economia forte. Portanto, é uma posição estratégica no mercado internacional. Mas, para ter sucesso, é preciso entender como funciona o processo de abertura de empresa no país, para dar início ao seu planejamento. Acompanhe o nosso guia completo de como abrir uma empresa nos EUA!

Como funciona abrir uma empresa nos EUA?

O processo para abrir uma empresa nos EUA pode ser bem burocrático. É necessário realizar o registro do negócio no escritório da Secretaria do Estado onde o estabelecimento irá funcionar. Após o envio da solicitação, o governo realiza a análise de toda a documentação antes de aprovar ou não o alvará de funcionamento.

O tempo para a conclusão desse processo pode variar bastante de acordo com o estado. Logo, é importante conferir essa informação no site oficial do governo da região desejada. Em média, o governo americano demora entre 4 a 6 semanas para aprovar um pedido de LLC ou S-corporation, ou mais.

Porém, em alguns estados como Nova York, é possível solicitar uma análise de urgência, reduzindo o tempo para algumas horas ou até 3 dias úteis. Mas, para isso, é necessário pagar uma taxa.

Como abrir uma empresa nos EUA é um processo demorado, é fundamental entender as informações básicas, como quem tem direito e quais são os custos. Acompanhe a leitura para que possamos te explicar tudinho!

Quem tem direito de abrir uma empresa nos EUA?

Essa é uma das principais dúvidas dos empreendedores que desejam expandir seus negócios no exterior. Os estrangeiros podem abrir uma empresa nos Estados Unidos sem ter que necessariamente residir no país. É claro que as regras variam de estado para estado, mas, no geral, as principais exigências para abertura do negócio no país são:

  • Apresentar um passaporte válido ou outro documento de identificação;
  • Ter um endereço fixo comercial no estado americano onde planeja abrir o negócio;
  • Ter uma conta bancária americana;

Para tornar o processo mais simples, diversos brasileiros apresentam o endereço de amigos e parentes que moram no país. Assim, a empresa pode funcionar legalmente como um escritório virtual, e você pode prestar serviço nos EUA desde o Brasil.

É importante ressaltar que, além dos requisitos mencionados acima, também é essencial contar com o auxílio de uma assessoria especializada ou contabilidade para evitar erros no processo de abertura de empresa, ou no pagamento de tributos.

Abrir uma empresa nos Estados Unidos dá direito ao Green Card?

Não. A abertura de uma empresa nos EUA não dá direito ao Green Card. Mas, os brasileiros que contam com um negócio em solo americano podem ter mais facilidade para conquistar a cidadania americana. Afinal, ter uma empresa nos EUA pode ser um requisito para determinadas categorias de vistos.

Custos envolvidos

Em média, o custo para abrir uma empresa nos EUA fica em torno de US$ 500 a US$ 2 mil. Entretanto, para ter certeza do valor exato, é preciso verificar a legislação vigente e as regras do estado desejado.

Mas, é claro que esse valor pode ser mais alto para os estrangeiros que planejam abrir um negócio e morar permanentemente no país. Geralmente, os estados exigem o investimento de US$ 500 mil em áreas pré-estabelecidas ou US$ 1 milhão em qualquer área.

Os donos dos negócios também devem cumprir alguns requisitos, como gerar no mínimo 10 novos empregos nos EUA no período de 2 anos. Dessa forma, o governo norte-americano pode ter um controle maior sobre a abertura de novas empresas e o impacto que elas podem gerar no desenvolvimento do país.

Tipos de empresas para abrir nos EUA

Existem diversas modalidades diferentes de empresas nos Estados Unidos, e em geral, a legislação americana permite a abertura dos seguintes modelos de negócios para os empreendedores estrangeiros:

  • Sole Proprietorship (SP):  empresa formada por apenas um proprietário, responsável por todas as obrigações financeiras e contábeis do negócio;
  • General Partnerships (GP): empresas com dois ou mais sócios que compartilham as responsabilidades do negócio. A participação do sócio influi na distribuição dos lucros, prejuízos e tributação;
  • Limited Partnerships (LP): empresa que conta com mais de um sócio. Os deveres dos sócios podem ser limitados ou ilimitados conforme a sua formulação;
  • Joint Ventures (JV): a parceria estabelecida entre os sócios é geral, mas por um período determinado ou apenas durante a execução projeto específico;
  • Corporations ©: nessa modalidade empresarial, os potenciais acionistas investem recursos como capital social da empresa, mas não determinam o percentual das ações para cada investidor. O lucro é distribuído entre os acionistas após o período de um ano;
  • Limited Liability Companies (LLC): é uma forma de organização de capital fechado, na qual os membros do negócio também possuem responsabilidade limitada ao valor não pago sobre as ações que os membros detêm;
  • Limited Liability Partnerships (LLP): bastante utilizada pelos brasileiros nos EUA. Nessa modalidade de empresa, disponibilizada conforme lei estadual, existem regras especiais para estrangeiros.

Passo a passo para abrir uma empresa nos EUA

Tabela com o passo a passo para abrir uma empresa nos EUA
Guia Completo de Como Abrir uma Empresa nos EUA 4

O processo de abertura de empresa nos EUA como um estrangeiro varia de estado para estado, como explicado acima, e também depende do tipo de negócio que o empreendedor planeja abrir no país. Mas, no geral, os passos básicos para o processo são:

  1. Tenha um passaporte válido

O requisito principal para abrir uma empresa nos EUA sendo estrangeiro é contar com um passaporte válido. Portanto, certifique-se de apresentar esse documento de identificação ao iniciar o processo.

  1. Escolha o estado de abertura da empresa

Determine o estado no território norte-americano onde deseja abrir o seu negócio, e pesquise bem a respeito das regras e a legislação estabelecida para a realização desse processo como um estrangeiro. 

  1. Indique um agente registrado

Para dar continuidade ao processo, você precisará de um agente registrado. Ou seja, uma pessoa física ou jurídica que será responsável por receber as correspondências jurídicas e estaduais da sua empresa. E o agente registrado, seja um profissional ou empresa, deve estar situado no estado em que você registrou o seu negócio, e ter disponibilidade para verificar e-mails e documentos que possam chegar a respeito da empresa.

  1. Selecione o tipo de empresa que irá abrir

Realize uma avaliação dos tipos de empresa citados acima para fazer a escolha do que mais fizer sentido para o seu negócio.

  1. Defina e cadastre o nome e endereço da empresa

Após escolher o tipo de empresa, defina e cadastre o nome do seu negócio. Também é necessário informar o nome fantasia, conhecido nos EUA como Doing Business As (DBA).

  1. Registre a sua empresa e solicite o EIN

Essa é a etapa na qual você precisa fazer o registro da sua empresa no país. Para isso, solicite a abertura do Federal Employer Number (EIN) no departamento do estado do endereço comercial da empresa.

O número do EIN é fornecido pela Receita Federal do Governo Federal (Internal Revenue Service) mediante apresentação das seguintes informações e documentos:

  • Dados pessoais dos sócios e proprietários;
  • Nome da empresa;
  • Modalidade cadastrada.
  1. Abra uma conta em um banco americano

A criação de uma conta bancária é fundamental para o processo de abertura de empresa nos EUA, já que será responsável por permitir que você realize movimentações financeiras com agilidade e praticidade.

  1. Garanta um Tax Collector’s Office (TCO) ou Sales Tax

Se você planeja abrir um negócio para venda de produtos, será necessário emitir um certificado de Sales Tax, documento que permite que os donos de empresas paguem e cobrem os devidos impostos sobre cada venda.

Vantagens de abrir empresa nos EUA

Os Estados Unidos são o destino preferido dos empreendedores para abrir empresas, pois, além de ser uma economia forte, também é conhecido como um dos países mais fáceis e abertos para fazer negócios. 

Conheça as principais vantagens de abrir uma empresa nos Estados Unidos:

  • Inserção na maior economia do mundo: O país é uma das maiores economias do mundo, com maior PIB. Essa estabilidade econômica ajuda a atrair ainda mais investidores, ampliando o mercado. Além disso, as regras do país para a abertura de empresas são bem estabelecidas e simples, diferente de alguns processos no Brasil que podem ser mais burocráticos e demorados;
  • Sua empresa ganha maior credibilidade: Ao entrar no mercado norte-americano, sua empresa vai elevar o seu nível de concorrência no ramo em que atua;
  • Acesso a legislação favorável e vantagens migratórias: Os empreendedores que atuam no mercado norte-americano costumam destacar algumas vantagens como: o sistema financeiro do país, as normas trabalhistas favoráveis e as regulamentações fiscais e comerciais que estimulam a atividade empresarial;
  • Conexões internacionais: a participação no mercado americano permite que os empreendedores criem conexões importantes de negócios;

Como enviar dinheiro para os EUA

Uma complicação para administrar uma empresa nos Estados Unidos residindo no Brasil é a parte do envio de dinheiro para o país. A maioria dos bancos tradicionais cobram taxas muito elevadas, fazendo com que o empreendedor tenha grandes prejuízos, principalmente quando ele realiza remessas frequentes.

Portanto, a melhor alternativa para enviar remessas internacionais de forma econômica, é contar com uma startup parceira para realizar esse serviço. As startups focadas no serviço de transferências internacionais oferecem muito mais economia, segurança e praticidade durante esse processo, garantindo que o empreendedor não perca mais dinheiro atoa!

Atualmente, a alternativa mais vantajosa para enviar valores acima de USD 1 mil para o exterior é o transferbank, correspondente cambial que surgiu para facilitar a vida dos empreendedores, investidores e os profissionais que prestam serviços para o exterior. Envie e receba dinheiro do exterior com economia e agilidade realizando o seu cadastro na nossa plataforma. As suas remessas internacionais não precisam ser burocráticas!

Conclusão

Vimos ao decorrer do conteúdo que, para abrir uma empresa nos Estados Unidos, não é necessário residir no país. Entretanto, para que o processo seja realizado de forma adequada, é necessário contar com o auxílio de uma assessoria especializada ou agentes registrados.
Ao abrir a empresa, você poderá ter acesso a inúmeras vantagens, inclusive, ter mais facilidade para conquistar o green card. Se curtiu o conteúdo, entenda agora qual é a melhor opção para receber dinheiro do exterior!

Perguntas Frequentes

O que é necessário para abrir empresa nos EUA?

Para realizar a abertura de uma empresa no território americano, é necessário contar com um passaporte válido ou outro documento de identificação, além de ter um endereço fixo comercial no estado americano em que você pretende abrir a empresa. Não é necessário residir no país para poder abrir um negócio.

É fácil abrir empresa nos EUA?

A abertura de uma empresa no território americano pode ser bem burocrática, e possui alguns custos envolvidos. Mas o país é o preferido de diversos empreendedores justamente por oferecer vários benefícios fiscais, e ser um processo muito menos complicado e demorado em comparação a abertura de uma empresa em território brasileiro.

Quem tem empresa nos EUA pode morar?

Ter uma empresa nos Estados Unidos não garante o green card, mas pode facilitar bastante o processo. Afinal, ter uma empresa nos EUA pode ser um requisito para determinadas categorias de vistos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *